Valdir de Costa

Endereço:
Rua João de Roque, 144
Morro da Fumaça, Santa Catarina 88.830-000
Brasil
fone:
ver fone(48) 8825-3646
website:
http://riccieri.com.br
Entre em Contato

Descrição

Liderancas.com.br – um portal eletrônico que se caracteriza por conter um respeitável acervo político dentro e fora do estado de Santa Catarina – tem o maior respeito pelos seus entrevistados, notadamente quando eles fazem parte de uma janela do tempo um pouco distante desta contemporaneidade e registra a história de um autêntico Líder dos anos setenta numa fase de muitas dificuldades.

Foram na realidade os anos mais ferrenhos da chamada era de ferro do país em que além de mandatos muito mais longos que os de hoje – a legislatura em especifico durou seis anos – os parlamentares não tinham vencimento algum. Não tinha salário como viria ocorrer somente anos depois.

Recordar os anos setenta sem reconhecer o trabalho dos governos a nível municipal configuraria uma falha de nossa parte; uma vez que em mais de trinta anos tanta evolução material e social foram verificadas.

Ao registrarmos o histórico de Valdir da Costa estamos cumprindo com nosso papel no levantamento dos feitos que muito enobreceram o Legislativo de Morro da Fumaça.

Valdir da Costa é natural deste progressista município e deu ar de sua graça nascendo aos dois dias do mês de setembro do ano de 1948. Muito em especial teriam motivos de se orgulharem do nascimento de Valdir são seus pais o senhor Ângelo de Costa e senhora Laura Francisconi de Costa.

Realizou seus cursos preparatórios na Escola Reunida Victório Búrigo e com a idade de 11 anos começou trabalhar. Tempos difíceis e com menores chances de se alcançar um bom emprego e com a prerrogativa de naqueles anos poder chegar ao mercado de trabalho com tão pouca idade, foi colocar-se à disposição de uma Olaria – empreendimento muito peculiar naquela cidade - lá permanecendo por aproximadamente três anos.

Uma região extrativista com muitas possibilidades de emprego veio da a Valdir a oportunidade de prestar seus serviços em um mina de fluorita por aproximadamente dois anos. Naquele ponto resolveu mudar radicalmente de ramo de atividade, empregando-se numa oficina mecânica.

Nessa atividade permaneceu até seus 17 anos , voltando-se para a atividade da agricultora; mas vai finalmente aos 18 anos ingressar na Mineração Santa Catarina, adotando definitivamente a profissão de mineiro.

Durante cinco anos esteve ligado a esta empresa e sem mudar de atividade transfere-se posteriormente para a empresa de Mineração Nossa Senhora do Carmo. Nesta última iniciou como furador de rochas e com a longevidade no trabalho lhe deram a oportunidade de ocupar o cargo de Capataz Geral da Produção e Beneficiamento posição em que se estabilizou.

O nobre parlamentar teve a convite do senhor Antenor de Bona Sartor, a oportunidade de iniciar sua carreira política vindo compor através de filiação as fileiras da extinta ARENA – Aliança Renovadora Nacional que teria como sucedânea o PDS no período do bipartidarismo.

Iniciando suas atividades na vida partidária teve oportunidade de empregar sua experiência de homem familiarizado com as reivindicações populares devido sua experiência com as classes sociais, adquiridas na sua formação profissional e comunitária. Demonstrando expressiva sensibilidade para o trato com os problemas públicos a par de um real conhecimento de suas causas, destacou-se entre seus correligionários, sendo apontado pelos seus convencionais como candidato a vereador no pleito eleitoral de 1976.

Sua campanha política se caracterizou pela objetividade como abordava as necessidades da região, afirmando uma plataforma que acima de tudo representava um comprometimento de trabalho perseverante e infatigável no sentido de procurar soluções em médio prazo para superar as carências de um Município rico em potencialidade de infra-estrutura socioeconômica; mas ainda enfrentando dificuldades de base que tornavam vulneráveis todos os esforços.

Sua plataforma administrativa que conclamava todas as forças produtoras municipais para um esforço de trabalho e criatividade com a finalidade de atingir os objetivos comuns de desenvolvimento e bem estar social, atingiu com veemência a opinião pública e o resultado das urnas apontou seu nome como segundo vereador mais votado do município.

Assumindo a cadeira no Legislativo Municipal, foi eleito por seus pares para assumir a Presidência da Câmara de Vereadores. Consciente de suas responsabilidades como homem público no exercício de um mandato outorgado pela vontade popular, vem pautando sua conduta por uma acolhida ampla de todas as reivindicações, sem estabelecer discriminações quanto à linha política e filosófica ou religiosa de seus autores; ou mesmo às classes sociais que representam, preocupando-se tão somente com o conteúdo das mesmas no que se refere à autenticidade em beneficio do bem comum e nunca a favor de grupos, facções ou interesses minoritários.

Ainda como presidente da Câmara envidou esforços compatíveis com sua posição e prerrogativas, para a perfeita tramitação dos requerimentos, proposições, sugestões e projetos, tanto formulado pelas bancadas, como oriundas do Poder Executivo.

Participando intensamente das movimentações comunitárias, em suas festividades, foi festeiro da paróquia e presidente do circulo de pais e mestres da Escola Reunida Victório Búrigo, sendo que sua esposa, companheira e incentivadora de seu trabalho exercia na época o magistério público estadual.