Roque Fabiano Bristot

Endereço:
Água Branca
Ermo, Santa Catarina
Brasil

Descrição

Roque Fabiano o mais novo de dez irmãos começou trabalhar aos nove anos de idade e permaneceu até os trinta anos na casa paterna. Não pelo fato de ser o caçula da família que leve a deduzir que teve uma vida fácil. Foi não. Na agricultura não existe brecha para fazer corpo mole. Seus pais o senhor Líbero Bristot e a senhora Elza Pagani Bristot fizeram muita força para criar os filhos e tiravam seu sustento das culturas de fumo, arroz, milho e banana que comercializavam com compradores de toda região. Além do cultivo de alimentos também criavam gado.

Apesar de ter vivido longo período de sua vida profissional agregado à terra, já vão aproximadamente seis anos que é funcionário público concursado e exerce função como motorista da prefeitura. Atualmente se encontra à disposição da Secretaria Municipal de Educação e é muito comum vê-lo nos momentos de pico de entrada e saída de estudantes, transportando os alunos em direção às escolas.

Algo que nos chama a atenção em sua entrevista é o forte elo que mantinha com o pai. Estimulado nos revela que sentiu muito a “passagem” de seu pai, que aos 74 anos desapareceu num trágico acidente de trânsito. Ele recorda que o pai era muito conhecido de todos na cidade muito pelo fato de tocar gaita e violão, mas muito mais em função de sua bondade e dedicação a todos sem fazer nenhuma distinção.

Roque Fabiano Bristot nasceu a 04 de junho de 1974 no Ermo, que nessa data ainda era distrito do Turvo. Foi na localidade de Água Branca que basicamente viveu toda sua vida até que veio consolidar seu noivado com Lorizete Antonio Bristot e vai a ela unir-se pelos laços do matrimonio.Com Lorizete tem o filho Gabriel; mas Roque Fabiano tem também amor e apreço ao filho: Fabrício; fruto de seu primeiro casamento.

Estudou na Escola Isolada Linha Taimbé o primário e Escola Estadual Básica Pedro Simon o ginásio. É católico e curte jogar futebol nas horas de lazer. Além disso, joga bocha, vai às festas familiares, visita seus familiares e pesca em honra aos seus hobbies.

Bar do Roque é o nome do local onde o time de futebol se encontra e representa. O time de futebol tem sede no bairro de Água Branca. Além do esporte Fabiano preza por sua formação religiosa. É católico e presidiu por três anos a CAEP (2009 a 2011) da Capela Santa Terezinha. É Vice-Presidente pelo quarto ano consecutivo da Associação dos Moradores do Bairro de Água Branca. Uma das questões que planeja é conseguir verba suficiente e apoio para a construção da sede própria da referida entidade de bairro. Depois de muita luta conseguiu junto ao ex-deputado e atualmente Prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, subvenção para proceder a reforma do Centro Comunitário.

Sua entrada no mundo político se fez através do prefeito Marcos Leone Oliveira, o “Marquinhos” que nas eleições de 2008 o convidara a ajudar o partido; mas é bom lembrar que Fabiano já estava filiado ao DEM desde 2005. Segundo suas recordações foi Aldoir Pagani Bristot seu irmão o precursor político da família que se elegeu Prefeito pela cidade de Jacinto Machado no ano de 1992.

Roque Fabiano, focou como objetivo principal de sua campanha a evolução da área social da cidade e na busca de mais empreendimentos (indústrias) para aumentar a renda dos moradores de Ermo. Foi congratulado com os resultados das urnas em sua primeira eleição no ano de 2008, alcançando 121 sufrágios – numa disputa acirrada; e elas são sempre difíceis entre os candidatos a vereador. Nesta oportunidade os resultados o colocaram na 8ª colocação entre os mais votados daquele pleito. Em sua primeira legislatura no biênio 2009/2010 foi escolhido para compor a Mesa Diretora como 2º Secretário; além de participar como membro das Comissões Regimentais.