Rodrigo Luiz Martini

Endereço:
Centro, Ouro Verde
Ouro Verde, Santa Catarina 89.834-000
Brasil
fone:
ver fone(49) 3447-0126

Descrição

Há 09 de março de 1976 nasceu Rodrigo Luiz Martim em Ouro Verde, período em que ainda era o distrito de Abelardo Luz. Mais tarde pela vontade de idealistas viria a emancipação. Como tendência natural pelas peculiaridades da região a missão de todo homem tido como “do campo” vai tirar da terra seu sustento e sobreviver através de seu excedente. Sim a Agricultura foi o caminho natural na vida de Rodrigo.

Foi acolhido pela Escola Básica Celestino José do Nascimento, tradicional educandário ouroverdense, para fazer iniciação de sua educação tão importante para a lapidação da cultura e do caráter. Ainda um menino tímido no primeiro ano de vida escolar vai cumprir o ensino fundamental na mesma instituição só deixando-a para fazer o segundo grau na Escola Anacleto Damiani em Abelardo Luz.

Rodrigo Luiz é muito grato aos ensinamentos recebidos pelos pais, o senhor e senhora Lídio Luiz e Terezinha Luquese Martim que sempre o apoiaram em todos seus projetos de vida. Entre seus principais projetos há um destaque que ele faz com muito carinho é a relação matrimonial que mantém com a esposa a senhora Leonice Siqueira e na amplitude de seu coração o imensurável amor dedicado a Tainara fruto de seu primeiro casamento.

O grande objetivo de Rodrigo Luiz Martim é poder servir pessoas nas suas mais simples necessidades. Sua participação em inúmeras entidades e ocasiões o tornaram muito conhecido pelas comunidades como membro de várias associações e entidades sociais. Amor e dedicação como discípulo da Igreja Católica fazem de Rodrigo um altruísta à procura de homens e mulheres de fé para sua realização espiritual. É fã dos esportes e tem na bocha um de seus principais hobbys. Frequentemente é visto também no CTG Cancela da Amizade para cultivar suas raízes.

A caminhada em direção ao campo das soluções políticas inicia muito mais em seu interior pela admiração que tem pelo tio Alduino Martim que numa campanha estóica acaba eleito prefeito em Abelardo Luz.

Instigando ainda mais seus instintos político os fatos que não possibilitaram a eleição de seus irmãos Rogério – concorria à época à vice - prefeitura e Ronaldo – concorria à época a uma vaga junto ao Legislativo municipal de Ouro Verde haviam deixado marcas profundas em sua vontade de virar o jogo.

Em 1996 filiou-se ao PDT a convite de Leonor Lisioni lá permanecendo até 2003. Mas alguns descontentamentos o fizeram evadir-se para o PMDB a convite de Débora Rebeschini e então num momento decisivo resolveu colocar seu nome à disposição do partido concorrendo a uma vaga no legislativo e naquela primeira tentativa acabou com segundo suplente de vereador.

Sua satisfação foi imensa quando por vacância momentânea pode enfim assumir por 30 dias a cadeira no Legislativo no ano de 2006.

Contudo sua satisfação foi plena quando em 2008, conquista finalmente seu próprio espaço na Câmara Municipal com a quantia de 195 votos empatando como o 2º colocado Jucemar Farina. Na composição da Mesa Diretora foi nomeado 1º secretário e Presidente da Comissão de Finanças e Orçamento.