Geraldo Alckmin

Endereço:

Pindamonhangaba, São Paulo
Brasil

Descrição

Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho (Pindamonhangaba, 7 de novembro de 1952)[2] é um médico e político brasileiro, filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e atual governador de São Paulo, cargo que ocupa pela quarta vez. É casado com Lu Alckmin, com quem tem três filhos: Sophia, Geraldo e Thomaz (falecido em 2015). Formado em medicina pela Universidade de Taubaté, iniciou sua carreira política em Pindamonhangaba, onde foi eleito vereador, presidente da Câmara dos Vereadores e prefeito. Depois, foi eleito para a Assembleia Legislativa nas eleições de 1982 e para deputado federal em1986 e 1990. Em 1988, foi um dos fundadores do PSDB. Entre 1991 a 1994, presidiu o PSDB-SP. Em 1994, elege-se vice-governador de Mário Covas. Em 2000, concorre a prefeitura de São Paulo, sendo derrotado no primeiro turno. Com a morte de Covas, em março de 2001, assumiu o governo e se reelegeu em 2002.
Em março de 2006, renunciou ao governo paulista para concorrer à presidência na eleição do mesmo ano. Obteve 39,17% dos votos no segundo turno, sendo derrotado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Em 2008, candidata-se a prefeitura de São Paulo, sendo novamente derrotado no primeiro turno. Em 2009, foi nomeado secretário de desenvolvimento do estado de São Paulo pelo governador José Serra.
Foi eleito governador no primeiro turno da eleição de 2010, retornando ao Palácio dos Bandeirantes em janeiro de 2011. Em 2014, reelegeu-se governador no primeiro turno. Com um mandato previsto para encerrar em janeiro de 2019, Alckmin é o político que mais tempo comandou o governo de São Paulo desde a redemocratização do Brasil.
Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho nasceu na cidade paulista de Pindamonhangaba, Vale do Paraíba. É filho de Geraldo José Rodrigues Alckmin e Míriam Penteado. Geraldo Filho é sobrinho de José Geraldo Rodrigues de Alckmin, que foi ministro do Supremo Tribunal Federal. Segundo a revista Época, Geraldo recebia formação cristã da prelazia católica Opus Dei, tendo declarado à revista que o seu tio José Geraldo Rodrigues de Alckmin era do Opus Dei e seu pai franciscano.
É casado com Lu Alckmin desde 1979, com quem tem três filhos: Sophia; Geraldo e Thomaz. Este último morreu em um acidente de helicóptero em 2 de abril de 2015 na cidade de Carapicuíba, Região Metropolitana de São Paulo.
É formado pela Faculdade de Medicina de Taubaté (ligada à Universidade de Taubaté) com especialização em anestesiologia pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual.
Nas eleições de 1986, Alckmin foi eleito deputado federal constituinte com 125 127 votos. Em 1988, descontente com os rumos do PMDB, Alckmin, Franco Montoro, José Serra, Bresser Pereira, Fernando Henrique Cardoso, Mário Covas e outros dissidentes fundam o Partido da Social Democracia Brasileira.
Alckmin foi reeleito deputado federal nas eleições de 1990, desta vez com 55 639 votos, sendo o quarto mais votado dentre os candidatos do PSDB. Neste segundo mandato, foi autor do projeto que transformou-se na Lei 8078/90, o Código de Defesa do Consumidor, que apresentou para apreciação do Congresso em 16 de novembro de 1988. Foi relator, na Câmara dos Deputados, do projeto que converteu-se na Lei de Benefícios da Previdência Social. Também foi autor de um dos projetos que se converteram na Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), e relator do projeto de lei que facilita e disciplina a doação de órgãos para transplantes.
Alckmin tomou posse pela quarta vez como governador de São Paulo em 1º de janeiro de 2015. Ele foi empossado em cerimônia solene na Assembleia Legislativa, juntamente com o vice-governador eleito, Márcio França, e com os 25 secretários.