Francisco Ivo Selarin

Endereço:
Rua Pedro Biotto Sobrinho, 33
Ouro Verde, Santa Catarina 89.834-000
Brasil
fone:
ver fone(49) 3447-0069
Entre em Contato

Descrição

A geração de Francisco Ivo Selarin terá uma eterna identidade com a emancipação do então distrito de Ouro Verde da cidade de Abelardo Luz. O jovem município será para sempre o retrato de seus primeiros idealizadores.

Francisco Ivo Selarin, autêntica liderança política da região, nasceu a 03 de junho de 1951 e é professor de profissão. Filho ilustre do senhor e senhora Pedro e Virgínia Cavalheiro Selarin, veio unir-se matrimonialmente no dia 28 de março de 1986, à senhora Lurdes Bassoti os quais brindaram o mundo com seus dois filhos Franciele e Guilherme.

Como inúmeras famílias da região a atividade profissional sempre esteve ligada à terra e ele por sua vez dedicou-se à agricultura até concluir o magistério e formar-se professor. A nova atividade tomou seu tempo de forma integral e hoje se dedica exclusivamente à profissão. Em setembro de 2009 completou 35 anos como profissional da educação.

Para ele o fundamental é que as crianças de forma geral sigam seu exemplo e tomem a decisão de encarar a escola com seriedade, como ele o fez há tantos anos atrás quando ingressara o curso de primeiro grau na Escola Isolada Anta Gorda, vindo a complementá-lo na Escola de Educação Básica Celestino do Nascimento, tradicional educandário da cidade. Francisco iniciou e findou o segundo grau na Escola Normal no Colégio Estadual Costa e Silva em Xanxerê. Para o Ensino Superior a exemplo de tantos outros abnegados, mister foi o sacrifício de dirigir-se a uma região mais afastada para ingressar no curso de Supervisão Escolar na FACEPAL em Palmas – Paraná. Francisco Ivo Selarin é pós-graduado em Educação.

Iniciou a vida profissional como professor no mesmo educandário em que concluíra o segundo grau: o Colégio Costa e Silva em Xanxerê, lá permanecendo quatro anos. Seu desejo, entretanto era retornar à sua cidade e poder lecionar no Colégio Celestino José Nascimento. Exerceu nessa escola o cargo de Diretor do Educandário no período em que o governador de Santa Catarina era o Doutor Paulo Afonso. Lecionar no Colégio Celestino José Nascimento lhe apraz, mas a aposentadoria chega em 2010.

Por outra interface de vida segue convicções religiosas embasadas no catolicismo e como tal permanece por cerca de 20 anos como Ministro Eucarístico na Igreja de São Pedro no município de Ouro Verde. Gira o caleidoscópio de realizações e lá está ele juntamente com apreciadores das tradições gaúchas para Fundar o CTG Cancela da Amizade, na condição de sócio e patrono por dois mandatos.

E a política? Bem, esta é uma velha conhecida sua. Filiou-se ao lendário MDB no ano de 1979, época em que o Brasil ainda vivia momentos de supressão da liberdade em seu regime de exceção. O convite partiu de Adir Lorenzone e Pedro Rabischin e foi prontamente aceito. É desde a criação do PMDB no município o secretário do partido.

Sempre esteve à frente das dignas causas populares e desta forma uniu-se ao grupo que buscava emancipação de Ouro Verde investindo-se do cargo de Secretário da Comissão de Emancipação.

Devemos retornar agora ao ano de 1993 na primeira edição da eleição municipal. Naquela oportunidade resolveu não concorrer, mas assumir a Secretaria da Câmara de Vereadores como funcionário contratado.

Já em 1996 concorreu e foi eleito para a gestão 1997 a 2000 ocupando por vontade de seus colegas a Secretaria da Mesa Diretora. Face ao bom trabalho desempenhado naquela legislatura foi conduzido à Presidência da Câmara Municipal no ano de 1999.

Entre funções desenvolvidas em sua carreira política esteve à frente do Conselho de Justiça e Redação de Leis como Presidente. Presidiu também a Comissão de Saúde e Educação. No período compreendido entre 2001 e 2004 foi eleito com 86 votos e voltou a ser 1º secretário da Mesa Diretora, ocupando concomitantemente espaço junto a Comissão de Justiça e Redação de Leis.

Francisco Ivo Selarin concorreu ainda a dois outros pleitos, 2005 e 2008 consecutivamente e independente de resultados tem sempre a mesma sensação, a satisfação de ter cumprido seu dever de cidadão.