Database Error. System Administrator has been notified and this problem will be solved as soon as possible. We are sorry for the inconvenience. Claudionor de Souza | Ermo, Santa Catarina, Brasil

Claudionor de Souza

Endereço:
Morro do Soares
Estrada Geral
Ermo, Santa Catarina 88.935-000
Brasil
fone:
ver fone(48) 8821-1306

Descrição

“O maior investimento que o ser humano pode fazer a si próprio é a busca de seu desenvolvimento físico e mental, através dos quais irá encontrar além de seu melhor estágio na escala de valores; a auto-estima, o autoconhecimento e o respeito entre seus semelhantes”.

Com esse principio original, “Cau” como é conhecido principalmente por seus alunos em artes marciais, vem realizando um longo e profundo trabalho dentro da comunidade de Campo Verde não apenas ensinando a arte e filosofia do Karatê, mas integrando seres humanos em bons princípios. Através dessa prática esportiva e de autoconhecimento tem disciplinado jovens, corpos e mentes; afastando-os naturalmente de vícios que acometem parcela da juventude nessa faixa etária.

Tal atividade leva-o a fundar da Escola Ermense de Karatê sendo seu presidente em tantas oportunidades. Essa atividade lhe deu muita popularidade não somente em seu bairro como em todo Ermo. A miúde conquistou a amizade entre os alunos e o respeito de seus pais. Portador da faixa marrom se orgulha de ter encaminhado diversos de seus discípulos à faixa preta no 3º DAM. Muitos deles através de seus ensinamentos foram buscar medalhas e troféus em competições a nível estadual, nacional e internacional.

Foi eleito duas vezes Presidente da APP da Escola de Ensino Fundamental do bairro de Campo Verde e Membro do Conselho Fiscal da Escola Estadual Pedro Simon. Participou do primeiro grupo de jovens da cidade do Ermo, Grupo Geração, muito ovacionado por tantas práticas culturais promovidas no município.

Nascido no belo município de Jacinto Machado Claudionor nasceu a 25 de março de 1974 e é filho de João de Souza e Leonir Antoninho de Souza, agricultores de profissão. Aos 13 anos de idade mudou-se para a comunidade de Campo Verde lá se estabilizando. Sua prática esportiva vem desde os tempos de adolescência, com o desenvolvimento, degrau a degrau do Karatê. A razão de sua vinda para esta modalidade esportiva foi para amenizar problemas de reumatismo que trazia desde a infância. Desta maneira com o passar dos anos foi adquirindo gosto pelo esporte e começou a ser destaque em competições regionais em campeonatos e torneios, destacando em sua carreira três momentos históricos: 1º Lugar de Torneio Regional de Karatê em Orleans, 1º Lugar na Taça Criciúma de Karatê e 3º na seletiva estadual para os Jogos Abertos de Santa Catarina realizados na cidade de Florianópolis.

Claudionor é pai de Sabrina, filha advinda de seu primeiro casamento e ainda de Saionara e Cauã, advindos de seu segundo casamento com a empresária Jéssica Sabrina Bialelewski.

Iniciou na política partidária a convite de Marcos Fernandes Rovaris, presidente do PSDB o qual regido pela mesma bandeira, vai participar de sua primeira eleição no ano de 2004 e optou por uma campanha de alto nível sem atingir quem quer que fosse baseando seu programa numa plataforma de propostas positivas. Como resposta recebeu das urnas um retorno de 139 votos, vindo eleger-se para o mandato no período compreendido entre 2005 a 2008.

Nesse seu mandato foi Vice-Presidente da Casa Legislativa participando de todas as comissões constituídas, presidindo a ambas. Foi durante esse período também que o parlamento aprovou a aquisição de dois tratores para contribuir com o avanço do setor agrícola. Foi promovida também a revisão da Lei Orgânica Municipal que trouxe importantes avanços e agilidade para os processos de eleição e apreciação de projetos. No ano de 2008 foi Secretário da Agricultura.

O vereador Claudionor de Souza em atendimento à solicitação de populares e seus correligionários vai enfrentar novamente o desafio das urnas para delas sair vitorioso e reeleito. Um de seus principais feitos em seu segundo mandato veio através do Deputado Estadual Adilor Guglielme o Dóia. Uma subvenção de cento e dez mil reais para aquisição de mais uma máquina para atender o setor agrícola.