Database Error. System Administrator has been notified and this problem will be solved as soon as possible. We are sorry for the inconvenience. Joaquim Borges - In Memoriam | Ermo, Santa Catarina, Brasil

Joaquim Borges - In Memoriam

Endereço:

Ermo, Santa Catarina
Brasil

Descrição

O município de Ermo contou ao longo de sua história com a bravura e determinação de seus filhos que nos momentos mais difíceis tiveram o bom senso e a paciência para aceitarem as adversidades.

Certamente boa parte, senão toda a população de Ermo que foi seu contemporâneo, independente de ideal político e desarmado de qualquer sentimento menor, há de dedicar suas homenagens em sua memória, principalmente por ter viajado para o outro lado da vida em idade muito nova.

Joaquim Borges nascido a 14 de maio de 1946 em Jacinto Machado vizinho e progressista município do extremo sul de Santa Catarina e filho de Maria Borges.

Todos sabem de sua vocação ao setor agrícola no qual, graças ao seu suor pôde manter a estabilidade familiar de esposa e filhos em seu período de vida.

Homem de crença Cristã sempre esteve em dia com suas obrigações religiosas e doou por toda sua vida o melhor que tinha para auxiliar aos mais desamparados, prestando verdadeiros serviços sociais sem visar nenhum lucro material ao lado das entidades escolares, esportivas e sociais de sua localidade.

Por ocasião dos mais importantes episódios na vida do Distrito do Ermo, esteve junto com os bravos homens e mulheres que pediam emancipação naquele território e que mais tarde veria com felicidade o fruto dessa conquista a 19 de setembro de 1993 com a promulgação da Lei que estabelecia que a partir daquela data o Ermo seria finalmente levado à categoria de município para a alegria de todos.

Logo após os três anos de interregno para a primeira e histórica eleição da cidade lá estava ele dentre os onze nomes que ocupariam nove das cadeiras do Legislativo Municipal tendo sido o mais votado vereador de seu partido o PFL.

Naquele pleito, Joaquim Borges, o Tio Quincas como era conhecido e respeitado por todos foi conduzido ao parlamento ermense para o período compreendido entre 1997 a ano de 2000 com a quantidade expressiva de 147 sufrágios – forte o suficiente para deixá-lo na história como o quinto mais bem votado entre todos os vereadores eleitos.

Conforme os acordos de alto nível que foram feitos e mantidos em quase totalidade para a colocação de todas as autoridades constituídas – Prefeito do PMDB, Vice-Prefeito do PPB, 4 vereadores do PMDB, 3 do PPB, 2 do PFL e 2 do PDT, em que o primeiro Presidente da Câmara seria o vereador mais votado do PFL, Joaquim Borges deveria ocupar aquela cadeira.

Todavia, aquilo não ocorreu. É que os vereadores do PMDB em reunião secreta antes da votação, juntamente com outro parlamentar do PPB, decidiram votar em Marcos Leone de Oliveira, o outro vereador eleito pelo PFL, que sem imaginar o que estava acontecendo decidiu cumprir o combinado votando no companheiro do partido para a Presidência d Câmara. Contudo com os resultados da votação secreta Marcos Leone foi o mais votado com cinco votos a quatro e foi desta forma; conduzido à Presidência do Partido.

Apesar de o fato histórico ter contradito o combinado, Joaquim Borges em momento algum se demonstrou magoado.

Depois de um mandato em que todos os vereadores colaboraram de forma cristalina e transparente com a votação dos projetos positivos que encaminharam o Ermo para seu desenvolvimento; Joaquim Borges ainda tentaria novamente se reeleger. Entretanto não seria mais pelo PFL porque ele veio filiar-se o PMDB e sob o número 15650, como representante da sigla naquelas eleições, veio contabilizar 108 votos – diga-se de passagem bastante expressiva inclusive pela sua coragem de participar da eleição com uma mudança partidária – bem próximo às eleições e levando consigo quase que a totalidade dos que votaram nele nas primeiras eleições; não se elegeu. Mas, ficou com a segunda vaga de suplente pelo Partido do Movimento Democrático Brasileiro – o PMDB.

No primeiro mandato do Prefeito Marcos Leone de Oliveira, em consideração a tantas coisas positivas que o Tio Quincas representava para a sociedade local, num momento de grandeza, convida Joaquim Borges para compor como Secretário de Agricultura para o período compreendido entre 2005 a 2006.

Lideranças.com.br presta juntamente com a comunidade suas homenagens a mais este nobre filho que com suas ações colaborou sobremaneira com o desenvolvimento da cidade de Ermo.